Followers



PESQUISE AQUI.

▼ categorias

Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens

21 de fev de 2016

UBER...Afinal o que é?


Uber (empresa)











Uber é uma empresa multinacional americana de 
transporte privado urbano baseado em tecnologia disruptiva em rede, através de um aplicativo E-hailing que oferece um serviço semelhante ao táxi tradicional, conhecido popularmente como serviços de "carona remunerada"









Conteúdo original/completo:

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Uber (empresa)
Uber logo.svg
Sloganseu motorista particular
IndústriaInternet e transportes
Fundaçãomarço de 2009 (6 anos)
SedeSão FranciscoCalifórniaEstados Unidos
PresidenteTravis Kalanick
Sítio oficialuber.com
Uber's legal issues 2015-02-06.jpg
Uber é uma empresa multinacional americana de transporte privado urbano baseado em tecnologia disruptivaem rede, através de um aplicativo E-hailing que oferece um serviço semelhante ao táxi tradicional, conhecido popularmente como serviços de "carona remunerada".
A grande diferença entre os serviços é que para ser um motorista da Uber, bastaria cadastrar-se seguindo uma lista de exigências de segurança.[1] Estas exigências são questionadas nos Estados Unidos, já que acusados de assassinato, violação infantil e assalto conseguiram se cadastrar como motoristas do aplicativo em São Francisco e Los Angeles. A empresa alega que faz a checagem de antecedentes dos últimos sete anos da vida do motorista.[2] Os motoristas Uber não cobram diretamente por carona, mas recebem uma remuneração diretamente da empresa, que observa na formação de seus preços a relação de oferta de motoristas conforme a demanda dos usuários e baseando-se também na duração e distância da corrida, o que permite uma alocação mais inteligente - e econômica - do transporte urbano, essa alocação inteligente é a base de lucros da empresa.[3]
Cerca de cinco anos após sua fundação a empresa foi avaliada em 18,2 bilhões de dólares, em junho de 2014, contando com investidores como a Google e Goldman Sachs.[4] [5]






História

Fundada em 2009 por Garrett Camp e Travis Kalanick, a proposta inicial do Uber era ser um serviço semelhante a um táxi de luxo, oferecendo carros comoMercedes S550 e Escalade na cidade de São Francisco.[6] O aplicativo foi lançado em 2010 para Android e iPhone.[7] Ele foi um dos pioneiros no conceito de E-hailing.
Em 2010 e 2011, o Uber recebeu quase 50 milhões de dólares em investimentos feitos por investidores-anjo e venture capitalists.
Em 2012, a empresa expandiu os serviços para Londres e iniciou testes de incluir a requisição de táxis convencionais através do aplicativo em Chicago[8] No mesmo ano, passou a oferecer táxi aéreo por helicóptero entre a cidade de Nova Iorque e Hamptons por 3000 dólares.[9]
Em 2015 o Uber recebeu uma nova rodada de investimento, da qual a Microsoft fez parte, o que fez seu valor de mercado subir a US$ 51 bilhões.[10]

E-hailing

Ver artigo principal: E-hailing
E-hailing é o ato de se requisitar um táxi através de um dispositivo eletrônico, geralmente um celular ou smartphone. Ele substitui métodos tradicionais para se chamar táxis, como ligações telefônicas ou simplesmente esperar ou ir à busca de um táxi na rua.
O E-hailing oferece várias vantagens em relação às maneiras tradicionais de pedir por táxis:
  • Facilidade no pagamento: armazena-se informações de cartão de crédito no aplicativo, não necessitando de máquinas leitoras sem fio no táxi
  • Rapidez: enquanto empresas de táxi tradicionais não possuem informações precisas e em tempo real da localização de seus funcionários, o uso de aplicativos de e-hailing pelo taxista ou motorista permite que o aplicativo tenha informações de GPS em tempo real. Assim, chama-se automaticamente o táxi mais próximo, reduzindo o tempo de espera.
  • Custo: os custos de se manter um aplicativo de e-hailing são muito menores que os de se manter uma empresa tradicional de táxi, possibilitando grande redução nos preços cobrados.

Reações negativas

Por oferecer um serviço análogo aos táxis, mas operar a uma fração do custo de uma empresa com frota de táxi tradicional, o Uber despertou preocupação e críticas da indústria de táxis ao redor do mundo. É comum que o trabalho de taxista seja regulamentado por algum órgão do governo, com licenças que podem custar caro. No caso do Brasil, pelo número de licenças ser limitado e a demanda ser alta, existe um mercado informal de aluguel de licenças que movimenta atualmente muito dinheiro.[11]
A indústria argumenta que o Uber estaria agindo de maneira ilegal ao cobrar por corridas sem ter a licença apropriada para tal. Em maio de 2011, a empresa recebeu uma notificação judicial do departamento de trânsito da cidade de São Francisco com essa mesma acusação.[12] Em 2012, um órgão do estado daCalifórnia multou o Uber e outras empresas do ramo em 20 mil dólares cada.[13]
Episódios semelhantes ocorreram em vários locais nos Estados Unidos, como a cidade de Nova Iorque[14] e o estado da Virgínia.[15] À medida que a rede do Uber se expande, problemas análogos ocorrem ao redor do mundo. Em maio de 2014, vários motoristas Uber da Austrália foram multados por não ter a licença de táxi,[16] e no Canadá o Uber foi acusado de violar 25 leis municipais no final de 2012.[17] Na cidade do México a empresa será obrigada a pagar impostos de licenciamento de veículos, e os motoristas não poderão receber a corrida diretamente dos passageiros, o pagamento passará por uma central.

No Brasil e Portugal

Brasil

A primeira cidade a receber o Uber no Brasil foi o Rio de Janeiro, em maio de 2014,[18] seguida de São Paulo, no final de junho do mesmo ano, onde foi inaugurado pela modelo brasileira Alessandra Ambrosio. Em seguida, foi a vez de Belo Horizonte receber o Uber, em setembro de 2014.[19] Atualmente o Uber está presente nas cidades de Belo HorizonteBrasíliaCampinasGoiâniaPorto AlegreRio de Janeiro e São Paulo. Em janeiro de 2016 o Uber começou a operar em Campinas, sendo a primeira cidade do interior a receber esse serviço.[20] A última cidade a receber o serviço foi Goiânia, em 29 de janeiro de 2016.[21]
Apesar de estar no Brasil há pouco tempo, o aplicativo já gera preocupação entre taxistas brasileiros. Os sindicatos de taxistas alegam que a empresa estaria violando a legislação nacional que regulamenta a profissão e preparam protestos contra a empresa.[22]
Existem donos de empresas que possuem dezenas de placas que são alugadas por até 2 mil reais por mês. Com a chegada do aplicativo, os atuais locatários das placas poderiam simplesmente se cadastrar no serviço sem ter que pagar mais este valor mensal.
No dia 28 de abril de 2015 a Justiça de SP determinou a suspensão liminar do aplicativo Uber no Brasil[23] , contudo em 04 de maio de 2015 a liminar foi revogada. Voltando a ser novamente suspensa pela Câmara de São Paulo no dia 30/06/2015.[24] Segundo a própria empresa, o aplicativo promete gerar 30 mil novos empregos no Brasil até o final de 2016. Atualmente, o Uber conta com 5 mil profissionais credenciados. [25]

Portugal

A Uber operava em Portugal desde 2014, em Lisboa e Porto com um serviço de veículos de gama alta e um modelo low-cost. A sua chegada ao país não foi bem recebida pelos taxistas, à semelhança do que aconteceu noutros países. Em abril de 2015, e em resposta à providência cautelar interposta pela Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), que acusava a empresa americana de violar as regras de acesso e exercício da actividade e de concorrência, o Tribunal Cívil de Lisboa decretou o encerramento do seu site.[26]

UberToy no Dia Mundial da Criança em Portugal

A Uber lançou em Portugal por altura do Dia Mundial da Criança 2015 a iniciativa UberToy. Este serviço, que esteve ativo entre 29 e 30 de maio, servia para recolher brinquedos e posteriormente os oferecer às crianças das instituições da Entrajuda: Centro Social Paroquial de Nuno Álvares Pereira de S. Tiago de Camarate em Lisboa e Associação de Amigos do Padre Moura no Porto. O requisitar deste serviço podia ser efetuado através da aplicação da Uber selecionando em baixo o separador UberToy. Através desta iniciativa a empresa acredita que muitos portugueses puderam tornar este Dia Mundial ainda mais feliz para muito mais crianças portuguesas. [27]







... Intensedebate ... 
Mensagens / Recados /  Comentários...
        
 


14 de jan de 2012

cidades mais violentas do mundo

"Lista das cidades mais violentas 
do mundo, 
segundo estudo de ONG mexicana"






Um estudo feito pela organização não governamental (ONG) mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal divulgado nesta sexta-feira (13) listou as 50 cidades mais violentas do mundo, sendo que 14 delas estão no Brasil, dentre elas, São Luis, capital do Maranhão.

O topo da lista é ocupado pela cidade de San Pedro Sula, em Honduras, com uma taxa de 158.87 homicídios para um grupo de 100 mil habitantes. Em segundo lugar, está Juárez, no México, com uma taxa de 147.77.

A lista da ONG foi feita com base na quantidade de homicídios em relação ao número de habitantes.

No Brasil, Maceió, capital alagoana, aparece como a mais violenta ocupando o terceiro lugar no ranking – com uma taxa de 135.26 homicídios para cada 100 mil habitantes.

Depois da capital alagoana estão Belém (PA) – em 10º lugar no ranking, com uma taxa de 78.08 homicídios para cada 100 mil habitantes; Vitória (ES), em 17º lugar, com taxa de 67.82; Salvador (BA), em 22º na lista, com 56.98 e Manaus (AM), em 26º, com 51.21.

Também são definidas como violentas as cidades de São Luís (MA), em 27º lugar no estudo, com taxa de 50.85 mortes violentas para cada 100 mil habitantes, João Pessoa (PB), em 29º, com 48.64; Cuiabá (MT), em 31º na lista, com taxa de 48.32; Recife (PE), em 32º lugar, com taxa de 48.23, Macapá (AP), em 36º, com 45.08; Fortaleza (CE), em 37º, com 42.90; Curitiba (PR), em 39º na lista, com 38.09; Goiânia (GO), 40º, com 37.17 e Belo Horizonte (MG), em 45º no ranking das cidades mais violentas, com taxa de 34.40 homicídios para cada 100 mil habitantes.

O estudo da ONG mexicana usa as informações de municípios com mais de 300 mil habitantes que contem com as estatísticas oficiais de homicídios na internet. A taxa de assassinatos (homicídio por 100 mil habitantes) é o padrão para indicação de violência nas cidades. O estudo aponta San Pedro Sula, em Honduras, como a mais violenta do mundo, quase 159 homicídios por 100 mil habitantes.

Além do Brasil, entre os países mais violentos também estão México, Colômbia e Venezuela. Os Estados Unidos aparecem nas primeiras posições por causa das cidades de New Orleans (21ª), Detroit (30ª), St. Louis (43ª), Baltimore (48ª).

Segundo a ONG, o destaque da pesquisa 2011 em relação aos dados do ano anterior é o surgimento de 14 cidades brasileiras no topo. Na pesquisa de 2010, eram apenas sete, entre elas o Rio de Janeiro, que agora não faz mais parte da lista de mais violentas.

Das 50 cidades apontadas como as mais violentas do mundo, além das 14 brasileiras, 12 estão no México e cinco na Colômbia.

O estudo também informa que das 50 cidades, 40 estão na América Latina. Além disso, a organização alerta para o fato de que no México, as autoridades estão falsificando dados e escondendo o verdadeiro número de homicídios. A ONG diz que elas “não inspiram confiança em seus dados oficiais”, pois “há evidências de falsificação” para fazer com que a violência pareça menor do que ela realmente é.

Como exemplo, o estudo cita o caso da cidade mexicana de Juárez, que, segundo as autoridades, registrou 1.974 homicídios em 2011. Porém, o relatório da organização indica que o governo oculta pelo menos 150 homicídios. A entidade informa ainda que nesta cidade houve uma redução da violência, mas os números ainda são elevados.
________________
Referência: Roberta Lopes, da Agência Brasil.


--------------------------------------------------------------------
 fonte créditos:
---------------------------------------------------------------------


http://oqueeee.blogspot.com

indicar...!... indicar no facebook:
|agregadordelinksmais|.|agregador de links|.|saúde|.|enviar links| draft.blogger
adicionar |+Google URL| ...
      
... Intensedebate ... Mensagens / Recados /   Comentários...




        
 
http://oqueeee.blogspot.com

Newsletter/Seguir por e-mail/ ▼ receba saúde grátis em seu email:

Cloud

"Rio+20 e Você" +buscados aqui AdSense agregador agreggador aluga-se aLUGUEL ano novo anúncios anuncioso arena arquitetura artes banco de imagens bateria beleza beruby blog blogs blogueiros boo-box bookmarks Brasil carregar casa cor celular chiclete código colunas e blogs computação computadores confira cookies cor Corel CorelDRAW cores craquelê Criptografia curiosidades decoração deixe seu recado desenhar dicas dinheiro dispositivos móveis diversos DOS download economia email Emnprendedorismo empresa enviar link erros estilo de vida Estou no blog mamps facebook fale conosco fantástico frutas gerador Google Google AdSense Google Buzz Google Plus gráfica grátis headlineanimator homenagem hospedagem HostGator incrível indicar informação informações informatica inovar Instagram Instalador de scripts intensedebate internacional internet Internet Explorer 9 JavaScript Kitchnette klout leitores ligação enviar linke-me Linkedin links mapa-arquivo mensagem mensagens mistérios mobile moda e beleza multinacionais multinacional Mundo natal negócios negócios e marketing Nofollow notícias novidades nutrição o que é o que é dicas outlet parcerias photoshop Pimp your blog Política de Privacidade pps processador programas de computador publicidade publit receba rede Rio de Janeiro saída saúde scroller serviço site sites smartphone social bookmarks Spam Subscribe to my feed Subscribe to RSS headline updates tecnologia tecnologia e ciências templates twitter UBER url utilidade pública verde vida virtual visitas web Web 2.0

novidades em seu email!



Enter your email address:

(exemplo @xxxx.com)





Delivered by FeedBurner